terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Todo Amor é um Clássico




Nela eu vivo e respiro.
(Dom Quixote)


"Como a vida é maravilhosa
com você nesse mundo"

O Clássico no Amor

Há empatia entre nós,
Caminhamos de mãos dadas,
Num estado espiritual de conforto,
Num sentimento particular.
Eu o admiro, traz-me alegrias,
Ele é alegre e atingível.

Sabe me aconselhar,
Abençoar-me  e me amar.
É meu amigo íntimo!
Queremo-nos muito bem,
Faz-me contente e me agrada
Com agradáveis surpresas.

Sinto-me satisfeita e abençoada,
Ele me reveste de apoio e coragem,
Brinca comigo como bom namorado,
Amo seu coração, sua boa conversa,
Seus presentes de encanto...
Lembranças que não se apagam.

Transborda em paciência, 
Caminha comigo pelo jardim.
É o Amor do meu coração,
Nosso Amor ultrapassa a epiderme,
Ele me conduz com muita habilidade,
O Amor é lindo e sagrado!


Eu tinha separado o meu coração para ela.
(Peter Pan)



Leia as direções e diretamente você será direcionado para a direção certa!
(Alice no País das Maravilhas)





“Eu confesso que nunca senti isso por ninguém. Quero fazer alguma coisa por ela. Tem que ser alguma coisa especial.” 
(A Bela e a Fera)

Amor de Pura Beleza

Muito além do corpo,
Sublimidade...
Prende num laço,
Amorosidade...
Vestígio enlevante,
Recupera-me do medo
Dilacerante,
Sensação única na vida,
Emocionante.





Companheirismo: está sempre ao lado de Dorothy, sem pedir nada em troca, ou reclamar, ou se cansar de demonstrar afeto. É o companheirismo em seu estado mais puro e altruísta.
(O Mágico de Oz)

Amor de Arco íris

Muito além do arco íris,
Com gostos similares,
Abraços espetaculares,
Amor de apoio,
De chuva fina...

Faz um bem enorme,
Amor abençoado por Deus,
Agradecemos por nos iluminar.
Ligação espiritual no ar,
Ele escuta a voz do nosso coração.


O amor, seja recém-nascido ou desperto de um sono profundo como a morte, sempre traz consigo o brilho do sol, pois enche os corações de luz até que transbordem no mundo exterior.
(A Letra Escalarte)

Passado algum tempo acabou por se apaixonar, por uma bela rapariga que o amava, que o respeitava e que o cria ao lado dela na sua vida. O patinho ficou radiante porque também estava apaixonado pela rapariga e assim viveram juntos e felizes para sempre.
(O Patinho Feio)

O pensamento bom é música aos ouvidos atentos. Qual Orfeu, na lendária viagem do Argos, que tirava de sua lira a melodia para animar os heróis exaustos que se moviam ao ritmo das notas musicais.
(Orfeu da Conceição)

 Aos seus olhos, ela ofuscava todas as outras mulheres, sobressaindo entre elas.
(As Aventuras de Sherlock Holmes)

Dizem por aí, mas não tenho certeza, que meu sorriso fica mais feliz quando te vejo, dizem também que meus olhos brilham, dizem também que é amor, mas isso sim é certeza.
(Dom Casmurro)


"Me leve para passear... até o azul do céu...
Vem me levar para um  lugar longe daqui, livre para navegar... no espaço sideral...
Sou passageira de você, à espera de você"...

Amor de Azul do Céu

Muito além do céu,
Dá tanta alegria,
Incentiva meu ser,
Eleva meu potencial.
Amor que aprimora:
Como colher frutas frescas
No  pé do quintal,
Como molhar-se na chuva
Na imensidão do quintal.
Amor de gente feliz,
De satisfação interna.



Mas o carrossel girava com as crianças bem vestidas e aos poucos os olhos dos Capitães da Areia se voltaram para ele e estavam cheios de desejos de andar nos cavalos, de girar com as luzes. Eram crianças, sim...
(Capitães de Areia)


"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas".
(O Pequeno Príncipe)



Gigante no Amor

Os mais puros sentimentos, pura doação,
Deus permitiu nascer em nosso coração.
Sou uma flor, fico sem ação,
Cuide-me com carinho!

Meus dias são mais azuis em teu ninho...
Sou muito amada e amo,
No querer bem todo gratuito,
Sem intenção que não seja reta.

Há força e suavidade concomitantemente,
Teus abraços me estonteiam,
Teus beijos me provocam devaneios.
O coração não mente,
Há desejos sadios, ardentes,
Sinto-me flor doce e perfumada,

Emoção a todo vapor,
Com cheirinho de Amor...
Ah! À doce espera do Pequeno Príncipe,
Gigante no Amor!

Ele tarda, não falha, soberanamente,
Há mimo, Amor, carinhos,
Há paz e deleite amoroso,
 Há calor, perfume no ar,
Respiração ofegante.

Um quase extenuar
De forma muito elegante,
A eternidade se torna instante,
Muito Amor jorrando em nosso coração,
Amamo-nos sonhadoramente.

Surpreendentemente,
Um Amor que chegou desprevenidamente,
Sem avisar ou sequer pedir,
No ir e vir dos sábios corações...

Que vibram em uníssono de paixão...
Há canto na alma feliz como condiz...
Há pássaros que gorjeiam felizes canções!
Ah! Misterioso Amor lindo!

Como um fiel anjo guardião,
A felicidade do dia a dia,
Desmedidamente,
Esbanjar de alegria plena,
Culminando no gozo suave de corpo e alma.
Que muito se amam e se doam...

Há pura sintonia,
Cumplicidade e alegria!
Um romance abençoado que renova
Dois seres enamorados num poço de desejos.

Que muito se amam e se doam...
Há pura sintonia, desejos
Cumplicidade e alegria!
Um romance abençoado que renova
Dois seres enamorados...

Ardentes e sigilosos,
Doce encanto, doce Amor que inova,
Fantasia do Amor saciada,
Plena, ternamente,
Há carinho, admiração sincera, profunda!

Momentos acelerados de alegria e prazer,
Incondicionalidade bonita e romântica,
Nada a perder!
Há vida, alegria nos olhos!
Corações apaixonados!

Há direitos! A mente concebe e pede!
Carinhos e atenção doados,
Surpreendentemente...
Atrelados num nó sem corrente,
Tão lindo, envolvente!

Embalados para presente,
Com um lindo laço!
Almas se entrelaçam,
Corpos se fundem,
Amor ardente 
Sem falsos pudores,
Só puro Amor
No peito!
(Reedição)


"Bem-aventurados os corações que buscam o amor em toda sua plenitude,
que não têm medo de amar, de dizer "Eu te amo", e de pagar para ver,
que encaram este furacão de sensações, este vendaval de emoções,
que chamamos intimamente de AMOR."





P.S.  A postagem no blog fica uma semana no ar... a fim de que todos tenham tempo de ler com calma e comentar quando desejar. Desde já agradeço muito o carinho que todos têm com meus blog(s) 

Estou também aqui:







P.S. Em tempo: Estou aqui muito feliz pela delicadeza das amigas


Geni 



82 comentários:

  1. Falas de amor com grande propriedade sempre,Rosélia! Lindas poesia e que bom as nossas amigas gostaram do teu carinho! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Soneto do amor total

      Amo-te tanto, meu amor… não cante
      O humano coração com mais verdade…
      Amo-te como amigo e como amante
      Numa sempre diversa realidade

      Amo-te afim, de um calmo amor prestante,
      E te amo além, presente na saudade.
      Amo-te, enfim, com grande liberdade
      Dentro da eternidade e a cada instante.

      Amo-te como um bicho, simplesmente,
      De um amor sem mistério e sem virtude
      Com um desejo maciço e permanente.

      E de te amar assim muito e amiúde,
      É que um dia em teu corpo de repente
      Hei de morrer de amar mais do que pude.
      (Vinícus de Moraes)

      Muito obrigada pelo seu delicado comentário, amiga.
      Bjm carinho de gratidão

      Excluir
  2. Bom dia de paz, querida Roselia!
    Que lindo acordar pela manhã, após as minhas orações de agradecimento ao Senhor... deliciar-me ao prazer de uma bela leitura poética de amor!

    Os mais puros sentimentos, pura doação,
    Deus permitiu nascer em nosso coração.
    Sou uma flor, fico sem ação,
    Cuide-me com carinho!

    Na verdade é uma flor, aquela que a gente olha e sente... todo o aroma, todo encanto e alegria no ar presente. Belíssimo minha amiga, você é uma pérola graciosa, perante tal nobreza a pequenez da minha alma sente-se ausente. Amei minha querida...muitíssimos Parabéns! Flor de encantos divinos!
    Beijinhos de paz e bênçãos de Deus.👏👏😘😘❤🌹🌹🤷‍♂️🙌
    Luisa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Canção

      Não te fies do tempo nem da eternidade,
      que as nuvens me puxam pelos vestidos
      que os ventos me arrastam contra o meu desejo!
      Apressa-te, amor, que amanhã eu morro,
      que amanhã morro e não te vejo!
      Não demores tão longe, em lugar tão secreto,
      nácar de silêncio que o mar comprime,
      o lábio, limite do instante absoluto!
      Apressa-te, amor, que amanhã eu morro,
      que amanhã eu morro e não te escuto!
      Aparece-me agora, que ainda reconheço
      a anêmona aberta na tua face
      e em redor dos muros o vento inimigo…
      Apressa-te, amor, que amanhã eu morro,
      que amanhã eu morro e não te digo…
      (Cecília Meireles)

      Muito obrigada pelo gentil comentário, amiga.
      Bjm carinhoso de gratidão

      Excluir
  3. Bom dia minha linda amiga!
    Gratidão por ser esta pessoa encantadora, Gratidão pelo carinho, pelo presente lindo, seu livro...
    Fiquei emocionada e muito feliz com tamanho gesto de carinho da sua parte.
    Gratidão!
    Deus te abençoe infinitamente!
    Um grande abraço de Luz 🎉🍒🥀🌼🍀🙏😍😘

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As sem-razões do amor

      Eu te amo porque te amo.
      Não precisas ser amante,
      e nem sempre sabes sê-lo.
      Eu te amo porque te amo.
      Amor é estado de graça
      e com amor não se paga.

      Amor é dado de graça,
      é semeado no vento,
      na cachoeira, no eclipse.
      Amor foge a dicionários
      e a regulamentos vários.

      Eu te amo porque não amo
      bastante ou de mais a mim.
      Porque amor não se troca,
      não se conjuga nem se ama.
      Porque amor é amor a nada,
      feliz e forte em si mesmo.

      Amor é primo da morte,
      e da morte vencedor,
      por mais que o matem (e matam)
      a cada instante de amor.

      Muito obrigada pela delicadeza do seu comentário, amiga.
      Bjm carinhoso de gratidão

      Excluir
  4. Parabéns, pelos poemas me emocionam muito...
    Beijinhos com carinho!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. XXX

      Ao coração que sofre, separado
      Do teu, no exílio em que a chorar me vejo,
      Não basta o afeto simples e sagrado
      Com que das desventuras me protejo.
      Não me basta saber que sou amado,
      Nem só desejo o teu amor: desejo
      Ter nos braços teu corpo delicado,
      Ter na boca a doçura de teu beijo.
      E as justas ambições que me consomem
      Não me envergonham: pois maior baixeza
      Não há que a terra pelo céu trocar;
      E mais eleva o coração de um homem
      Ser de homem sempre e, na maior pureza,
      Ficar na terra e humanamente amar.
      (Olavo Bilac)

      Muito obrigada pela seu sensível comentário, Ricardo.
      Abraços fraternos de gratidão

      Excluir
  5. “Muito além do céu,
    Dá tanta alegria,
    Incentiva meu ser,”

    Mais um bela postagem, minha amiga Roselia, com belos poemas (transcrevi uma pequena amostra acima), belas imagens e belos vídeos. A poetisa tem o dom da criação. E talento. Parabéns, Roselia! Beijo.Pedro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cantiga para não morrer

      Quando você for se embora,
      moça branca como a neve,
      me leve.

      Se acaso você não possa
      me carregar pela mão,
      menina branca de neve,
      me leve no coração.

      Se no coração não possa
      por acaso me levar,
      moça de sonho e de neve,
      me leve no seu lembrar.

      E se aí também não possa
      por tanta coisa que leve
      já viva em seu pensamento,
      menina branca de neve,
      me leve no esquecimento.
      (Ferreira Goullar)

      Muito obrigada pelo incentivador comentário, amigo Pedro.
      Abraços fraternos de gratidão

      Excluir
  6. Oi Roselia, querida, lindos poemas recheados de 100% de músicas maravilhosas, bela postagem!
    Abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Casamento

      Há mulheres que dizem:
      Meu marido, se quiser pescar, pesque,
      mas que limpe os peixes.
      Eu não. A qualquer hora da noite me levanto,
      ajudo a escamar, abrir, retalhar e salgar.
      É tão bom, só a gente sozinhos na cozinha,
      de vez em quando os cotovelos se esbarram,
      ele fala coisas como ‘este foi difícil’
      ‘prateou no ar dando rabanadas’
      e faz o gesto com a mão.
      O silêncio de quando nos vimos a primeira vez
      atravessa a cozinha como um rio profundo.
      Por fim, os peixes na travessa,
      vamos dormir.
      Coisas prateadas espocam:
      somos noivo e noiva.
      (Adélia Prado)

      Muito obrigada pelo efusivo comentário, amiga.
      Bjm de gratidão

      Excluir
  7. Boa tarde Roselia!
    Agradeço sua presença e carinho constantes.
    Que postagem bela e repleta de carinho e luz.
    Sempre muito bom banhar-se nestas águas azuis.
    Tenhas um fim de semana de muita paz, alegria e harmonia.
    Abração com carinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amor

      Amemos! Quero de amor
      Viver no teu coração!
      Sofrer e amar essa dor
      Que desmaia de paixão!
      Na tu'alma, em teus encantos
      E na tua palidez
      E nos teus ardentes prantos
      Suspirar de languidez!
      Quero em teus lábio beber
      Os teus amores do céu,
      Quero em teu seio morrer
      No enlevo do seio teu!
      Quero viver d'esperança,
      Quero tremer e sentir!
      Na tua cheirosa trança
      Quero sonhar e dormir!
      Vem, anjo, minha donzela,
      Minha'alma, meu coração!
      Que noite, que noite bela!
      Como é doce a viração!
      E entre os suspiros do vento
      Da noite ao mole frescor,
      Quero viver um momento,
      Morrer contigo de amor!
      (Álvares de Azevedo)

      Muito obrigada pelo afável comentário, amiga.
      Bjm de gratidão

      Excluir
  8. Rosélia querida,
    Em sua página encontrei o azul, da cor e dos poemas, sincronia perfeita com as citações tão bem escolhidas, delicadas e doces...como a sua alma, esbanjando sensibilidade e muita
    ternura. Obrigada por este presente! Um beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bilhete

      Se tu me amas, ama-me baixinho
      Não o grites de cima dos telhados
      Deixa em paz os passarinhos
      Deixa em paz a mim!
      Se me queres,
      enfim,
      tem de ser bem devagarinho, Amada,
      que a vida é breve, e o amor mais breve ainda…
      (Mario Quintana)

      Muito obrigada pelo ternurento comentario, Leninha.
      Bjm de gratidao

      Excluir
  9. Magia... Amor... Poesia... Som... em PERFEITA harmonia em belíssima partilha!!! Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beijo eterno

      Quero um beijo sem fim,
      Que dure a vida inteira e aplaque o meu desejo!
      Ferve-me o sangue. Acalma-o com teu beijo,
      Beija-me assim!
      O ouvido fecha ao rumor
      Do mundo, e beija-me, querida!
      Vive só para mim, só para a minha vida,
      Só para o meu amor!

      Fora, repouse em paz
      Dormindo em calmo sono a calma natureza,
      Ou se debata, das tormentas presa,
      Beija inda mais!
      E, enquanto o brando calor
      Sinto em meu peito de teu seio,
      Nossas bocas febris se unam com o mesmo anseio,
      Com o mesmo ardente amor!

      Diz tua boca: "Vem!"
      Inda mais! diz a minha, a soluçar... Exclama
      Todo o meu corpo que o teu corpo chama:
      "Morde também!"
      Ai! morde! que doce é a dor
      Que me entra as carnes, e as tortura!
      Beija mais! morde mais! que eu morra de ventura,
      Morto por teu amor!

      Quero um beijo sem fim,
      Que dure a vida inteira e aplaque o meu desejo!
      Ferve-me o sangue: acalma-o com teu beijo!
      Beija-me assim!
      O ouvido fecha ao rumor
      Do mundo, e beija-me, querida!
      Vive só para mim, só para a minha vida,
      Só para o meu amor!
      (Castro Alves)

      Muito obrigada pelo elegante comentário, Gracinha.
      Bjm de gratidão

      Excluir
  10. Uma vez mais me deixei encantar com os seus poemas e citações bem como os vídeos. Obrigada por estes minutos de encantamento.
    Abraço e bom fim de semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Via Láctea (Olavo Bilac)
      Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
      Perdeste o senso!” E eu vos direi, no entanto,
      Que, para ouvi-las, muita vez desperto
      E abro as janelas, pálido de espanto…

      E conversamos toda a noite, enquanto
      A Via Láctea, como um pálio aberto,
      Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
      Inda as procuro pelo céu deserto.

      Direis agora: “Tresloucado amigo!
      Que conversas com elas? Que sentido
      Tem o que dizem, quando estão contigo?”

      E eu vos direi: “Amai para entendê-las!
      Pois só quem ama pode ter ouvido
      Capaz de ouvir e de entender estrelas.

      Muito obrigada pelo airoso comentário, Elvira.
      Bjm de gratidão

      Excluir
  11. Amor, o poético clássico que faz a vida versar.

    Te convido: 😎 Leia uma postagem sorteada para você.
    Um abraço. Tudo de bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu te amo
      (Chico Buarque de Hollanda)

      Ah, se já perdemos a noção da hora
      Se juntos já jogamos tudo fora
      Me conta agora como hei de partir

      Se, ao te conhecer, dei pra sonhar, fiz tantos desvarios
      Rompi com o mundo, queimei meus navios
      Me diz pra onde é que inda posso ir

      Se nós, nas travessuras das noites eternas
      Já confundimos tanto as nossas pernas
      Diz com que pernas eu devo seguir

      Se entornaste a nossa sorte pelo chão
      Se na bagunça do teu coração
      Meu sangue errou de veia e se perdeu

      Como, se na desordem do armário embutido
      Meu paletó enlaça o teu vestido
      E o meu sapato inda pisa no teu

      Como, se nos amamos feito dois pagãos
      Teus seios inda estão nas minhas mãos
      Me explica com que cara eu vou sair

      Não, acho que estás se fazendo de tonta
      Te dei meus olhos pra tomares conta
      Agora conta como hei de partir.

      Muito obrigada pelo bem-feito comentário, Antonio.
      Abraços frateernos de gratidão

      Excluir
  12. Tus publicaciones, de siempre tan completas, están llenas de poesía, de amor, de amistad, de sentimientos dulces que estimulan la vida y la hacen más amena y fácil de llevar.
    Tienes el don de acariciar el alma del lector cuando escribes, y no sólo en tus publicaciones a las que no les falta detalle, también en tus comentarios que agradezco de corazón.
    También tienes muy buen gusto para elegir la música, ya te digo, tu blog es de lo más completo y ameno.
    Cariños y buen fin de semana.
    Kasioles

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Via Láctea (Olavo Bilac)
      Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
      Perdeste o senso!” E eu vos direi, no entanto,
      Que, para ouvi-las, muita vez desperto
      E abro as janelas, pálido de espanto…

      E conversamos toda a noite, enquanto
      A Via Láctea, como um pálio aberto,
      Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
      Inda as procuro pelo céu deserto.

      Direis agora: “Tresloucado amigo!
      Que conversas com elas? Que sentido
      Tem o que dizem, quando estão contigo?”

      E eu vos direi: “Amai para entendê-las!
      Pois só quem ama pode ter ouvido
      Capaz de ouvir e de entender estrelas.

      Muito obrigada pelo esbelto comentário, Kasioles.
      Bjm de gratidão

      Excluir
  13. Rosélia, muito obrigada pelo seu trabalho.
    Parabéns pelo belo post.
    Tenha um dia muito feliz.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amor (Álvares de Azevedo)
      Amemos! Quero de amor
      Viver no teu coração!
      Sofrer e amar essa dor
      Que desmaia de paixão!
      Na tu’alma, em teus encantos
      E na tua palidez
      E nos teus ardentes prantos
      Suspirar de languidez!

      Quero em teus lábios beber
      Os teus amores do céu,
      Quero em teu seio morrer
      No enlevo do seio teu!
      Quero viver d’esperança,
      Quero tremer e sentir!
      Na tua cheirosa trança
      Quero sonhar e dormir!

      Vem, anjo, minha donzela,
      Minha’alma, meu coração!
      Que noite, que noite bela!
      Como é doce a viração!
      E entre os suspiros do vento
      Da noite ao mole frescor,
      Quero viver um momento,
      Morrer contigo de amor!

      Muito obrigada pelo alinhado comentário, Nina.
      Bjm de gratidão

      Excluir
  14. Uma boa atitude Uma postagem brilhante!

    .
    Afeição aos silêncios.
    Beijo e um bom fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amanhecimento, de Elisa Lucinda
      De tanta noite que dormi contigo
      no sono acordado dos amores
      de tudo que desembocamos em amanhecimento
      a aurora acabou por virar processo.
      Mesmo agora
      quando nossos poentes se acumulam
      quando nossos destinos se torturam
      no acaso ocaso das escolhas
      as ternas folhas roçam
      a dura parede.
      nossa sede se esconde
      atrás do tronco da árvore
      e geme muda de modo a
      só nós ouvirmos.
      Vai assim seguindo o desfile das tentativas de nãos
      o pio de todas as asneiras
      todas as besteiras se acumulam em vão ao pé da montanha
      para um dia partirem em revoada.
      Ainda que nos anoiteça
      tem manhã nessa invernada
      Violões, canções, invenções de alvorada...
      Ninguém repara,
      nossa noite está acostumada.

      Muito obrigada pelo bonito comentário, Cidália.
      Bjm de gratidão

      Excluir
  15. Amiga Rosélia!

    O Amor faz parte de todos os aspectos da vida, a fim de que seja saudável o viver diário. É Ele quem nos protege contra a vida pós moderna e caótica.

    Mas, aqui sempre vejo o Amor, CRISTALINO!

    Beijo e excelente dia e fim de semana!!

    Renata e Laura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem os que passam
      (Alice Ruiz)

      Tem os que passam
      e tudo se passa
      com passos já passados
      tem os que partem
      da pedra ao vidro
      deixam tudo partidoe tem,
      ainda bem,
      os que deixam
      a vaga impressão
      de ter ficado.

      Muito obrigada pelo bem-composto comentário, Renata.
      Bjm de gratidão

      Excluir
  16. Olá, Rosélia! Linda postagem!
    Eu simplesmente AMO Your Song. Amo Elton John!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Soneto do Amor Total

      Amo-te tanto, meu amor… não cante
      O humano coração com mais verdade…
      Amo-te como amigo e como amante
      Numa sempre diversa realidade

      Amo-te afim, de um calmo amor prestante,
      E te amo além, presente na saudade.
      Amo-te, enfim, com grande liberdade
      Dentro da eternidade e a cada instante.

      Amo-te como um bicho, simplesmente,
      De um amor sem mistério e sem virtude
      Com um desejo maciço e permanente.

      E de te amar assim muito e amiúde,
      É que um dia em teu corpo de repente
      Hei de morrer de amar mais do que pude.
      (Carlos Drummond)

      Muito obrigada pelo comentário.
      Bjm de gratidão

      Excluir
  17. Interessante os links que fizestes com os livros citados na novela. Aprecio o caráter literário que vem sendo explorado. Lindos versos e vídeos. Falar de amor, é preciso propriedade, fizestes bem. Carinhos retribuídos pelas amigas sempre muito bom. bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AMOR
      1985 - AMAR SE APRENDE AMANDO


      O ser busca o outro ser, e ao conhecê-lo
      acha a razão de ser, já dividido.
      São dois em um: amor, sublime selo
      que à vida imprime cor, graça e sentido.

      "Amor" - eu disse - e floriu uma rosa
      embalsamando a tarde melodiosa
      no canto mais oculto do jardim,
      mas seu perfume não chegou a mim.
      (Carlos Drummond de Andrade)

      Muito obrigada pelo contemplado comentário, Norma.
      Bjm de gratidão

      Excluir
  18. Boa noite Amiga Roselia,
    Fico sempre maravilhada quando leio os seus belíssimos poemas que deixam passar a grandeza do amor que une dois corações apaixonados.
    Músicas e vídeos lindos.
    Mais um post grandioso.
    Um beijinho e votos de um feliz fim de semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amar e ser amado
      (Castro Alves)

      Amar e ser amado! Com que anelo
      Com quanto ardor este adorado sonho
      Acalentei em meu delírio ardente
      Por essas doces noites de desvelo!
      Ser amado por ti, o teu alento
      A bafejar-me a abrasadora frente!
      Em teus olhos mirar meu pensamento,
      Sentir em mim tu’alma, ter só vida
      P’ra tão puro e celeste sentimento:
      Ver nossas vidas quais dois mansos rios,
      Juntos, juntos perderem-se no oceano —,
      Beijar teus dedos em delírio insano
      Nossas almas unidas, nosso alento,
      Confundido também, amante — amado —
      Como um anjo feliz… que pensamento!

      Muito obrigada pelo romântico comentário, Ailime.
      Bjm de gratidão

      Excluir
  19. Grande postagem em várias definições do amor e a vida em torno do amor. Haverá sempre uma quietude para quem vive o amor em devaneios e a ele tudo se dedica. Uma postagem bela e amorosa.
    Bom fim de semana amiga.
    Beijo de paz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Timidez 
      (Cecília Meireles)

      Basta-me um pequeno gesto,
      feito de longe e de leve,
      para que venhas comigo
      e eu para sempre te leve…
      - mas só esse eu não farei.
      Uma palavra caída
      das montanhas dos instantes
      desmancha todos os mares
      e une as terras mais distantes…
      - palavra que não direi.
      Para que tu me adivinhes,
      entre os ventos taciturnos,
      apago meus pensamentos,
      ponho vestidos noturnos,
      - que amargamente inventei.
      E, enquanto não me descobres,
      os mundos vão navegando
      nos ares certos do tempo,
      até não se sabe quando…
      e um dia me acabarei.

      Muito obrigada pelo amoroso comentário, Toninho.
      Bjm de gratidão

      Excluir
  20. El amor tan importante.

    Interesante publicación


    Besos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Soneto da Fidelidade
      (Vinicius de Moraes)

      De tudo ao meu amor serei atento
      Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
      Que mesmo em face do maior encanto
      Dele se encante mais meu pensamento.
      Quero vivê-lo em cada vão momento
      E em seu louvor hei de espalhar meu canto
      E rir meu riso e derramar meu pranto
      Ao seu pesar ou seu contentamento
      E assim, quando mais tarde me procure
      Quem sabe a morte, angústia de quem vive
      Quem sabe a solidão, fim de quem ama
      Eu possa me dizer do amor (que tive):
      Que não seja imortal, posto que é chama
      Mas que seja infinito enquanto dure.

      Muito obrigada pelo importante comentário, Maria Dorada.
      Bjm de gratidão

      Excluir
  21. Respostas
    1. Exagerado.
      Jogado aos teus pés.
      Eu sou mesmo exagerado.
      Adoro um amor inventado.

      (Cazuza)

      Muito obrigada pelo comentário afetuoso, Cidália.
      Bjm de gratidão

      Excluir
  22. Olá Roselia! Nessa sua lindíssima postagem pude reler algumas das grandes verdades escritas por grandes escritores. Tambem li a verdade e pureza que seus belos textos nos trazem à alma. Grande na constante; como sempre. Isnpiração admirável! Grande beijo. Feliz fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amo-te como quem ama a rosa
      Me aproximo
      Sinto teu perfume
      Rego-te
      Te admiro
      Mas não te tomo para mim
      Pois ao tomar-te para mim
      Eu veria tua beleza
      dissipando-se diante de mim
      Faço-me, portanto, beija-flor
      E beijo-te apenas
      Nunca te carrego comigo
      - Levo-te apenas dentro de mim...

      (Augusto Branco)

      Muito obrigada pelo seu inspirado comentário, Beto.
      Abraços fraterno de gratidão

      Excluir
  23. Eu li viu?Todos os seus tecidos versos em torno de cada obra e sintetizou no contexto cada uma delas, mas o poema em torno do Pequeno Principe continua numa reedição imbativel:singelo e suave, tocante e arrebatador! Essência do Amor! Que linda magia você nos proporciona. Bjs de um repousante sábado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Impossível Carinho

      Escuta, eu não quero contar-te o meu desejo
      Quero apenas contar-te a minha ternura
      Ah se em troca de tanta felicidade que me dás
      Eu te pudesse repor
      -Eu soubesse repor_
      No coração despedaçado
      As mais puras alegrias de tua infância!

      (Manuel Bandeira)

      Obrigada pelo mágico comentário, Claudete.
      Bjm de gratridão

      Excluir
  24. Olá, querida Roselinha!

    Espero k esteja bem, feliz e mto enamorada. Eu sei k está.
    Por aqui, tudo satisfatório, à exceção do tempo, como hei de dizer até à primavera -rs.

    Não poderia deixar de colaborar com você, embora não conheça a trama da novela, mas você eu somos amigas e isso me basta.

    Um post como sempre, que canta e encanta o amor. Seus poemas são lindíssimos e seu peito bate por eles. Destaco "Gigante no Amor".

    As citações, algumas já conheço, dão ainda mais brilho à sua publicação.

    Os vídeos são, em geral, mto bons e de conteúdo significativo, mas tenho de enaltecer "O Mágico de Oz", a excelente interpretação e reflexiva letra.

    Parabéns pela totalidade e significado de seu post.

    Beijos, um enorme abraço e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O meu amor tem um jeito manso que é só seu,
      que rouba os meus sentidos,
      viola os meus ouvidos com tantos segredos lindos e indecentes.
      Depois brinca comigo,
      ri do meu umbigo,
      e me crava os dentes.
      Eu sou sua menina, viu?
      E ele é o meu rapaz.
      Meu corpo é testemunha do bem que ele me faz.

      (Chico Buarque)

      Muito obrigada pelo encantador comentário, CÉU.
      Bjm de gratidão

      Excluir
  25. Tão lindo, meigo, doce, hum, doux, tendre, mignon ce poème, mon amie! Esse e o que você deu como resposta ao António, que são do mesmo autor, Chico Buarque, são uma delícia para os sentidos. MUITA GRATA, MINHA QUERIDA ROSE!

    Beijos e bom domingo.

    ResponderExcluir
  26. Beijo carinhoso para você, querida e doce Roselia!
    Sua delicadeza é perceptível nas palavras que compõe suas postagens!
    Tenha um lindo domingo e uma semana maravilhosa!
    Obrigado pelo carinho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A AUSENTE

      Amiga, infinitamente amiga
      Em algum lugar teu coração bate por mim
      Em algum lugar teus olhos se fecham à ideia dos meus.
      Em algum lugar tuas mãos se crispam, teus seios
      Se enchem de leite, tu desfaleces e caminhas
      Como que cega ao meu encontro...
      Amiga, última doçura
      A tranquilidade suavizou a minha pele
      E os meus cabelos. Só meu ventre
      Te espera, cheio de raízes e de sombras.
      Vem, amiga
      Minha nudez é absoluta
      Meus olhos são espelhos para o teu desejo
      E meu peito é tábua de suplícios
      Vem. Meus músculos estão doces para os teus dentes
      E áspera é minha barba. Vem mergulhar em mim
      Como no mar, vem nadar em mim como no mar
      Vem te afogar em mim, amiga minha
      Em mim como no mar...
      (Vinícius de Moraes)

      Muito obrigada pelo delicado comentário, Jossara.
      Bjm de gratidão

      Excluir
  27. Boa tarde querida Roselia
    Que lindo poema. Um abençoado domingo e mês de Dezembro. Carinhoso abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AMOR FEINHO

      Eu quero amor feinho.
      Amor feinho não olha um pro outro.
      Uma vez encontrado é igual fé,
      não teologa mais.
      Duro de forte o amor feinho é magro, doido por sexo
      e filhos tem os quantos haja.
      Tudo que não fala, faz.
      Planta beijo de três cores ao redor da casa
      e saudade roxa e branca,
      da comum e da dobrada.
      Amor feinho é bom porque não fica velho.
      Cuida do essencial; o que brilha nos olhos é o que é:
      eu sou homem você é mulher.
      Amor feinho não tem ilusão,
      o que ele tem é esperança:
      eu quero um amor feinho.

      ( Adélia Prado )

      Obrigada pelo comentário abençoado, Mirtes.
      Bjm de gratidão

      Excluir
  28. Muito boa 'recolecção'! Parabéns! Nada como o Amor!

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ternura

      te peço perdão por te amar de repente
      Embora o meu amor seja uma velha canção nos teus ouvidos
      Das horas que passei à sombra dos teus gestos
      Bebendo em tua boca o perfume dos sorrisos
      Das noites que vivi acalentado
      Pela graça indizível dos teus passos eternamente fugindo
      Trago a doçura dos que aceitam melancolicamente.
      E posso te dizer que o grande afeto que te deixo
      Não traz o exaspero das lágrimas nem a fascinação das promessas
      Nem as misteriosas palavras dos véus da alma...
      É um sossego, uma unção, um transbordamento de carícias
      E só te pede que te repouses quieta, muito quieta
      E deixes que as mãos cálidas da noite encontrem sem fatalidade o olhar
      [extático da aurora)

      (Vinícius de Moraes)

      Muito obrigada pelo confiante comentário, Fá.
      Bjm de gratidão

      Excluir
  29. Desejando aqui uma boa semana :))

    Hoje : Faz do meu corpo, o violino.

    Bjos
    Votos de uma óptima Noite.

    ResponderExcluir
  30. AMOR VIOLETA

    O amor me fere é debaixo do braço,
    de um vão entre as costelas.
    Atinge meu coração é por esta via inclinada.
    Eu ponho o amor no pilão com cinza
    e grão de roxo e soco. Macero ele,
    faço dele cataplasma
    e ponho sobre a ferida.

    ( Adélia Prado )

    Obrigada pelo comentário, Larissa.
    Bjm de gratidão

    ResponderExcluir
  31. Aproveito para desejar uma ótima semana!
    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Começar
      Clarice Lispector
      Não me lembro mais qual foi nosso começo.
      Sei que não começamos pelo começo.
      Já era amor antes de ser.

      Muito obrigada pelo comentário, Isa.
      Bjm de gratidão

      Excluir
  32. Bom dia! Esta novela é bem interessante, divulga a literatura de forma dinâmica e atraente. Os seus escritos sobre o amor são magníficos, tocam a alma. Você é uma pessoa muito inspirada e usa essa inspiração para evangelizar, fazer os outros felizes e nos deixa muitas lições edificantes.
    Beijos no coração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Posso dizer
      Roberto Carlos
      Eu nunca imaginei que houvesse no mundo
      Um amor desse jeito
      Do tipo que quando se tem não se sabe
      Se cabe no peito

      Mas eu posso dizer que sei o que é ter
      Um amor de verdade
      E um amor assim eu sei que é pra sempre
      É pra eternidade.

      Muito obrigada pelo comentário edificante, Lúcia.
      Bjm de gratidão

      Excluir
  33. Respostas
    1. Eu te amo.
      Ela sorriu, tímida.
      - Você me ama?
      - Não.
      Respondeu ele sorrindo.
      Todos os que amo vão embora.
      - Eu não suportaria te ver partir.
      (Caio Fernando Abreu)

      Muito obrigada pelo comentario.
      Bjm de gratidao

      Excluir
  34. Simplesmente maravilhoso, um post gigante em amor, ternura, filmes, citações, imagens e poesia.
    Obrigado por estes momentos tão lindos.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu te amo.
      Ela sorriu, tímida.
      - Você me ama?
      - Não.
      Respondeu ele sorrindo.
      Todos os que amo vão embora.
      - Eu não suportaria te ver partir.
      (Caio Fernando Abreu)

      Muito obrigada pelo comentario de gigante no Amor.
      Bjm de gratidao

      Excluir
  35. Roselia, por estes dias, estou com imensas dificuldades em aceder a blogs do Blogger. Sei que outras pessoas já tiveram semelhante problema... vou tentar resolver o mais rápido possível, para retomar as visitas habituais... como o meu tempo tem sido também bastante ocupado ainda entre consultas e exames de rotina da minha mãe... talvez ainda não seja por estes dias mais breves, que o consiga fazer... a ver vamos...
    Beijinho! Estimando que tudo se encontre bem aí desse lado!
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou como você me vê.
      Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
      Depende de quando e como você me vê passar.
      (Clarice Lispector)

      Muito obrigada pelo comentario de conforto.
      Bjm de gratidao

      Excluir
  36. Sempre o amor a fazer girar o mundo e os sentires de todos nós.
    Beijinhos
    :)
    PS:-Tenho tido muitas dificuldades a aceder aos blogues e aos meus, não congo nem ler nem comentar.
    Desculpe
    :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poeminha Amoroso – Cora Coralina

      Este é um poema de amor

      tão meigo, tão terno, tão teu…

      É uma oferenda aos teus momentos

      de luta e de brisa e de céu…

      eu,

      quero te servir a poesia

      numa concha azul do mar

      ou numa cesta de flores do campo.

      Talvez tu possas entender o meu amor.

      Mas se isso não acontecer,

      não importa.

      Já está declarado e estampado

      nas linhas e entrelinhas

      deste pequeno poema,

      o verso;

      o tão famoso e inesperado verso que

      te deixará pasmo, surpreso, perplexo…

      eu te amo, perdoa-me, eu te amo…

      (Cora Coralina)

      Muito obrigada pelo esforco de vir aqui deixar seu comentario. Piedade.
      Bjm de gratidao

      Excluir
  37. Um post maravilhoso com lindas poesias de amor,juntando os vídeos e musica. PERFEITO!
    Continuação de boa semana
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero – Carlos Drummond de Andrade

      Quero que todos os dias do ano

      todos os dias da vida

      de meia em meia hora

      de 5 em 5 minutos

      me digas: Eu te amo.



      Ouvindo-te dizer: Eu te amo,

      creio, no momento, que sou amado.

      No momento anterior

      e no seguinte,

      como sabê-lo?
      Quero que me repitas até a exaustão

      que me amas que me amas que me amas.

      Do contrário evapora-se a amação

      pois ao não dizer: Eu te amo,

      desmentes

      apagas

      teu amor por mim.



      Exijo de ti o perene comunicado.

      Não exijo senão isto,

      isto sempre, isto cada vez mais.

      Quero ser amado por e em tua palavra

      nem sei de outra maneira a não ser esta

      de reconhecer o dom amoroso,
      Exijo de ti o perene comunicado.

      Não exijo senão isto,

      isto sempre, isto cada vez mais.

      Quero ser amado por e em tua palavra

      nem sei de outra maneira a não ser esta

      de reconhecer o dom amoroso,

      a perfeita maneira de saber-se amado:

      amor na raiz da palavra

      e na sua emissão,

      amor

      saltando da língua nacional,

      amor

      feito som

      vibração espacial.
      No momento em que não me dizes:

      Eu te amo,

      inexoravelmente sei

      que deixaste de amar-me,

      que nunca me amastes antes.



      Se não me disseres urgente repetido

      Eu te amoamoamoamoamo,

      verdade fulminante que acabas de desentranhar,

      eu me precipito no caos,

      essa coleção de objetos de não-amor.
      (Carlos Drummond de Andrade)

      Muito obrigada pelo Maravilhoso comentario, Amelia.
      Bjm de gratidao

      Excluir
  38. Tomara que esse amor romântico tão bem representado pelos seus poemas, citações e vídeos voltem à moda. Tenho fé que sim!
    Linda postagem.
    Bj.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te Amo – Chico Buarque

      Ah, se já perdemos a noção da hora

      Se juntos já jogamos tudo fora

      Me conta agora como hei de partir



      Se ao te conhecer, dei pra sonhar, fiz tantos desvarios

      Rompi com o mundo, queimei meus navios

      Me diz pra onde é que inda posso ir



      Se nós, nas travessuras das noites eternas

      Já confundimos tanto as nossas pernas

      Diz com que pernas eu devo seguir



      Se entornaste a nossa sorte pelo chão

      Se na bagunça do teu coração

      Meu sangue errou de veia e se perdeu.
      (Chico Buarque)

      Muito obrigada pelo romantico comentario, May.
      Bjm de gratidao

      Excluir
    2. Enquanto houver ums fagulha, há esperança.
      Bj

      Excluir
  39. A great post! I love your blog. Your content is very interesting < 3
    I am following you and invite you to me
    https://milentry-blog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  40. Que o nossos dias tenham sempre muito amor.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde de paz, querida amiga Bell!
      Muito obrigada pelo carinho.
      Assim seja!
      Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

      Excluir
  41. O que dizer?... Que foi uma postagem mesmo feita com o coração!...
    Só hoje consegui passar por aqui, de novo, com tempo... e net!... Não sei o que houve nos últimos dias... mas em determinadas horas, fica completamente impossível aceder aos blogs do Blogger, e inclusivé também ao meu!...
    Adorei por demais, todas as suas inspirações, Roselia... tal como as citações escolhidas... e os vídeos! Encantei-me especialmente por aquele vídeo do Príncipezinho... que ainda não conhecia!
    Que o amor, faça dos nossos corações, a sua permanente morada...
    Um beijinho grande! Continuação de uma feliz semana!
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "O Chão é a cama
      (Carlos Drummond de Andrade)

      O Chão é a cama para o amor urgente,
      O amor não espera ir para a cama.
      Sobre o tapete no duro piso,
      a gente compõe de corpo a corpo a última trama.
      E para repousar do amor, vamos para a cama!"

      Muito obrigada pelo encantado comentário, Ana
      Bjm de gratidao
      🌹🌸🌷🌺🌼😘

      Excluir

O Senhor é meu Pastor e nada me faltará.